Campos: Uma Cidade de Superlativos

Postado por John Elliott,
vice-cônsul, Consulado Geral no Rio de Janeiro

Óleo, Educação e o Som da Música em Campos dos Goytacazes


Depois de dirigir para o norte do estado do Rio de Janeiro por cinco horas, entrei em Campos e passei, sem perceber, do lugar que um dos meus contatos marcou como ponto de encontro: a entrada da cidade. Achei que iria ver algo como arcos, mas logo descobri que a entrada é marcada por uma torre de perfuração de petróleo montada no meio de uma rotatória. A torre sendo o ícone dos poços de petróleo que enriquece a cidade de meio milhão de pessoas.

Meu novo amigo era Paulo Cezar Fontoura, da instituição de ensino de música Orquestrando A Vida (OAV). Eu o conheci, e três outros de seus sócios, quando fui a uma apresentação que fizeram para a Seção de Imprensa, Educação e Cultura do Consulado Geral no Rio de Janeiro no mês anterior.

Continue a ler

Postado em Campos, Rio de Janeiro, Brazil.

Uma Turista em Duque de Caxias

Postado por Susan Keyack
Diplomata do Consulado dos EUA, no RJ.

Duque de Caxias (Foto: Divulgação)

Em 1884, a construção da linha ferrea que  ligaria a cidade do Rio de Janeiro a Petropolis, deu origem ao município de Duque de Caxias.  O comércio se desenvolveu ao longo daquela via e várias comunidades foram surgindo.  Até hoje o transporte ferroviário é importante para Duque de Caxias e é administrado pela SuperVia.

Bem, este é somente um pedacinho da história do município com o qual tenho o privilégio de trabalhar, dentro do programa Rota 66, da Embaixada Americana no Brasil.  Vale lembrar que “Caxias” , como é chamado por todos, é o segundo mais prospero e o terceiro mais populoso município de estado do Rio de Janeiro; ali moram cerca de 855.048 pessoas, de acordo com o ultimo censo, em 2010.

Continue a ler

Postado em Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Brazil.