Campos: Uma Cidade de Superlativos

Postado por John Elliott,
vice-cônsul, Consulado Geral no Rio de Janeiro

Óleo, Educação e o Som da Música em Campos dos Goytacazes


Depois de dirigir para o norte do estado do Rio de Janeiro por cinco horas, entrei em Campos e passei, sem perceber, do lugar que um dos meus contatos marcou como ponto de encontro: a entrada da cidade. Achei que iria ver algo como arcos, mas logo descobri que a entrada é marcada por uma torre de perfuração de petróleo montada no meio de uma rotatória. A torre sendo o ícone dos poços de petróleo que enriquece a cidade de meio milhão de pessoas.

Meu novo amigo era Paulo Cezar Fontoura, da instituição de ensino de música Orquestrando A Vida (OAV). Eu o conheci, e três outros de seus sócios, quando fui a uma apresentação que fizeram para a Seção de Imprensa, Educação e Cultura do Consulado Geral no Rio de Janeiro no mês anterior.

Continue a ler

Postado em Campos, Rio de Janeiro, Brazil.

Cônsul Usha Pitts Visita Mossoró

Postado por Usha Pitts
Cônsul, Consulado dos EUA no Recife

Na primeira visita oficial a Mossoró feita por uma diplomata do governo americano, pelo menos em nossa memória recente, fui recebida com gentileza e entusiamo pela população com grandes aspirações desta pequena cidade. Como cônsul do consulado dos Estados Unidos no Recife, eu começei nossa viagem da Rota 66 com uma visita a Mossoró, a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

Ruth Ciarlini (Vice-prefeita), Rosalba Ciarlini (Governadpra), Usha Pitts (Cônsul dos EUA), Fafá Rosado (Prefeita), em Mossoró (Foto: Consulado dos EUA/Recife).

Mossoró, que fica a sete horas de carro do Recife-PE, é uma cidade de 260 mil habitantes com um clima semelhante a qualquer outra cidade do interior do Nordeste: seca, quente e isolada das úmidas capitais do litoral.  Mas Mossoró guarda um lugar na história do Brasil como a primeira cidade a abolir a escravidão em 1883 (cinco anos antes do restante do país) e primeira a conceder às mulheres o direito de votar, em 1928.

Continue a ler